AMIGO DA VISÃO: AMBLIOPIA

10/09/2018

Esta coluna é dedicada a melhorar a condição visual das pessoas.

Iremos falar de Ambliopia ( Olho Preguiçoso )
A ambliopia é imprecisão de visão sem que haja lesão orgânica perceptível do olho, pode ser chamado de olho vago ou olho preguiçoso.  É a causa mais comum de deficiência visual em crianças e adultos jovens e de meia idade. O olho amblíope é o olho que não se desenvolveu na infância. Pode ser um ou nos dois olhos.

A ambliopia é causada por qualquer condição que não permita o desenvolvimento ocular ou o uso normal dos olhos.

"Quando estamos na infância, até uns sete anos tem uma fase desenvolvimento visual, quando aprendemos a “ver “o cérebro tem de receber imagens o mais clara possível e focadas para haver o desenvolvimento visual normal”. Não acontecendo isso o desenvolvimento será diferente produzindo alterações anatómicas e funcionais do córtex da área visual do cérebro."

A ambliop"a orgânica ( a mais comum), esta é geralmente insuficiente para explicar o nível de visão. Vulgarmente denominada de “olho preguiçoso”, essa afecção pode variar de leve a severa, sendo normalmente unilateral, mas em raros casos, pode afetar ambos os olhos. Esta é a causa mais frequente de perda visual monocular.

A ambliopia afeta cerca de 3% das pessoas no mundo
Existem varias causas principais da ambliopia apesar de haver outras, as principais são:

"Ambliopia estrábica causada pelo estrabismo (desvio dos olhos) podendo ocorrer em qualquer idade por diversos fatores, mais comum em crianças (estrabismo infantil)."

• A ambliopia por estrabismo é o tipo de ambliopia comum. Para evitar a visão dupla causada por olhos mal alinhados, o cérebro ignora a informação visual do olho desalinhado, levando à ambliopia.

• A ambliopia por anisometropia acontece quando o problema é causado por uma anisometropia (diferença do erro refrativo entre os dois olhos). Ela pode ser causada por erros refrativos desiguais nos dois olhos, apesar do alinhamento dos olhos estarem perfeito. Se um olho for míope ou hipermetrope significativa não corrigida, enquanto o outro olho não ou um olho pode ter astigmatismo significativo e o outro olho não.

• A ambliopia por ametropia ocorre sempre que existem erros refrativos muito elevados (por exemplo, miopia alta) e não corrigidos em ambos os olhos e assim não permitem a formação de uma imagem nítida nos dois olhos, dificultando assim o pleno desenvolvimento visual.

• A ambliopia iatrogênica: Quando acontece uma oclusão mal planejada praticada nos 12 primeiros meses de vida podendo levar a uma ambliopia profunda, daí a necessidade imperativa de acompanhamento muito próximo em caso de diagnóstico de oclusão numa criança muito jovem. Outro tipo de ambliopia iatrogênica pode ocorrer por má conduta profissional.

• A ambliopia nutricional é o termo preferido para afecção, às vezes, referida como ambliopia por fumo e álcool ou drogas, já que todos são a mesma entidade. Pessoas com hábitos alimentares pobres, particularmente se a dieta for deficiente em complexo de vitamina B, podem desenvolver este tipo de ambliopia.

Quais os sintomas da Ambliopia?
Em geral uma criança com ambliopia não tem sintoma aparente, elas podem não observar que sua visão em um dos olhos é diferente da visão no outro ou podem ser novas demais para descrever os sintomas muitas vezes parecem não ter nenhum problema. Por falta de experiência visual, muitas vezes elas acham que isso é normal. Às vezes podem apertar os olhos tentando enxergar melhor.  Deve se observar se a criança tem a capacidade de ver a distancia dela e um objeto, se ela se posiciona bem, por exemplo, para receber uma bola ou se ela é desajeitada ao passar pela mobília e esbarra muito quando passa por ela.

Tratamento da ambliopia
Este deve ser feito por um optometrista com especialização em ortóptica ou optometria comportamental ou um ortóptico.
Uma forma de identificar nas crianças se elas tem alguma dificuldade de enxergar é tampar um dos olhos pedir para a criança ver algum objeto ou coisa e depois tampar o outro olho e perguntar a criança se a visão com os olhos são iguais. Se a criança falar que tem alguma diferença na visão ou empurrar a mão afastada quando está sobre um olho, mas não quando estiver sobre o outro há a possibilidade do olho estar trabalhando menos que o outro e deve se procurar um optometrista ou oftalmologista para uma avaliação, pois havendo ambliopia na criança há a urgência de tratar sob pena de serem provocados danos irreversíveis na visão.

Fontes:
National Eye Institute. U.S. Department of Health and Human Services - National Institutes of Health.
https://www.news-medical.net/health/Lazy-Eye-Symptoms

Sergio Machado
Bacharel em optometria, Membro do IBTPLC
http://amigodavisaooficial@gmail.com