Fique atento à saúde bucal: periodontite pode causar problemas cardiovasculares

12/07/2018

A maioria das pessoas aprende desde pequenas que a escovação dos dentes é um fator crucial para uma apropriada saúde bucal. Mas, devem saber também, que uma boa escovação e a ausência de inflamações na boca podem evitar doenças cardiovasculares, que afetam tanto o coração, como seus vasos sanguíneos. Pesquisas recentes indicam que a periodontite pode estar associada ao desenvolvimento de doença cardiovascular. Segundo a cirurgiã dentista Alessandra Cohen, especialista em Periodontia, uma explicação para essa associação é que as proteínas inflamatórias e as bactérias presentes no tecido periodontal penetram na corrente sanguínea, causando diversos efeitos no sistema cardiovascular. “Existe a relação entre as bactérias que causam a periodontite e o espessamento entre as paredes sanguíneas comumente observado em doenças cardíacas” diz .
Abaixo, a especialista esclarece mais sobre o assunto:

O que é periodontite?
Alessandra Cohen - Periodontite é a inflamação e infecção dos ligamentos e ossos que dão suporte aos dentes. A periodontite é uma doença comum, porém perfeitamente possível de ser prevenida.

O que causa esta inflamação?
Alessandra Cohen - A periodontite ocorre quando a gengivite, que é a inflamação e infecção das gengivas, não é tratada ou quando o seu tratamento é adiado. Os quadros infecciosos e inflamatórios passam das gengivas para os ligamentos e ossos que dão suporte aos dentes. A perda deste suporte faz com que os dentes fiquem soltos e acabem caindo. A periodontite é a principal causa de perda de dentes em adultos. Esse problema não é comum na infância, mas aumenta durante a adolescência.

Quais são os sintomas?
Alessandra Cohen - Os primeiros sintomas da periodontite lembram os da gengivite, como por exemplo: O mau hálito, gengiva com cor muito vermelha ou arroxeado, Gengiva com um aspecto brilhante, gengivas que sangram com muita facilidade (principalmente durante a escovação), dentes soltos, gengivas inchadas e gengivas muito sensíveis ao toque, sem que doa ou incomode de uma outra forma.

Quais os tipos de tratamento da periodontite?
Alessandra Cohen - Os principais objetivos do tratamento da periodontite são reduzir a inflamação e tratar as causas subjacentes. Superfícies ásperas dos dentes ou aparelhos odontológicos devem ser reparados se houver suspeita de que estejam facilitando a ocorrência da doença. É importante também fazer a limpeza dos dentes cuidadosamente. A higiene oral rotineira, meticulosa e caseira é necessária após a limpeza dentária profissional para impedir mais destruição. O dentista demonstrará melhores técnicas de escovação e ensinará o uso correto do fio dental. Recomenda-se que os pacientes com periodontite façam limpeza dentária profissional mais de duas vezes por ano.

A dentista afirma também que vários aspectos do estado de saúde de um paciente devem ser considerados no momento da avaliação da situação do seu periodonto e da elaboração de planos para um tratamento abrangente.
“No caso de portadores de doença cardiovascular e pessoas com risco de desenvolver essa doença, os fatores críticos a serem considerados são a gravidade e duração da doença, a presença de outras enfermidades – como o diabetes – que afetam a doença cardiovascular e de fatores de risco em relação às doenças periodontais. Seu dentista pode comunicar-se com seu médico para determinar o nível de cuidados, o tratamento e seu bem-estar geral” finaliza Alessandra.

Dra. Alessandra Cohen – Odontologia Personalizada