ACHE AQUI O SEU PROFISSIONAL DE SAÚDE!
Médico Dentista Fisioterapeuta Nutricionista Fonoaudióloga Psicólogo Enfermeira Terapias Alternativas Personal Trainer Veterinário

Cadastro gratuito para os profissionais de saúde. Clique aqui.

  • Jornal Saúde e Lazer
  • Jornal Saúde e Lazer
  • Jornal Saúde e Lazer
  • Jornal Saúde e Lazer
  • Jornal Saúde e Lazer
  • Jornal Saúde e Lazer
  • Jornal Saúde e Lazer
  • Jornal Saúde e Lazer

Edição Impressa
Assine nossa newsletter:
cadastrar
Participe da nossa enquete:
Melhor região do Brasil para tirar as Férias?












votar
ver resultado


Os benefícios do magnésio e da melatonina para o organismo

17/01/2018 | Visualizações: 788
Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer
Dê a sua nota:
Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer



Conheça os suplementos que são verdadeiros aliados no combate à insônia e ansiedade
Pessoas que sofrem com distúrbios do sono, seja por ter dificuldade em adormecer ou por não conseguir ter uma noite de sono reparador, normalmente sentem o reflexo disso dia após dia, na qualidade de vida e na balança. Começar o dia já se sentindo cansada (o), com falta de energia e aquela necessidade de comer doces são comuns entre aqueles que sofrem com períodos de insônia e ansiedade.
 
De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), quase 20 milhões de brasileiros sofrem com algum tipo de transtorno de ansiedade e 11,5 milhões de depressão. A qualidade de vida dos portadores desse distúrbio, em geral fica extremamente comprometida e isso reflete na maioria das vezes nos hábitos alimentares e na balança. Para o médico e pesquisador Dr. Patrick Rocha, presidente do Instituto Nacional de Estudos da Obesidade e Doenças Crônicas (INEODOC), a privação de sono compromete o organismo e pode de fato desencadear uma série de distúrbios, entre eles a depressão, ansiedade e insônia.

"Aliar uma estratégia alimentar com a utilização de suplementos naturais, como o magnésio e melatonina é extremamente eficaz na redução da ansiedade e na melhora da qualidade do sono. Mais importante que a quantidade de horas dormida, é ter tido uma noite de sono reparadora. Isso reflete na qualidade de vida e muitas vezes na perda dos quilos extras.", explica o médico Patrick Rocha. Segundo Dr Rocha,o que faz com estes dois suplementos sejam aliados é o fato de ambos atuarem no bom funcionamento e relaxamento do corpo de forma natural. A melatonina, de acordo com o médico, é responsável por manter o chamado ritmo circadiano do corpo, que se refere ao relógio interno do corpo e funciona em um horário de 24 horas, como o dia. Este relógio interno desempenha um papel crítico quando dormimos e quando acordamos.

"O magnésio é um mineral essencial para o organismo e atua diretamente no relaxamento dos músculos, por essa razão também reflete na qualidade do sono. No entanto, há baixa baixa ingestão de alimentos ricos em magnésio entre os brasileiros pelo fato do solo no Brasil ser pobre neste nutriente. Já a produção da melatonina, que é um hormônio produzido naturalmente pelo nosso corpo, é muito comprometida pelo ritmo de vida acelerado e outro aspecto é o uso de dispositivos eletrônicos por prolongadas horas, principalmente a noite, que fazem com que o cérebro não emita a mensagem de entrar em repouso e assim, não produza melatonina", explica o médico.
 
A produção de melatonina é também bastante comprometida por alguns hábitos, como o consumo de cafeína, álcool e cigarro. Outra questão mencionada pelo médico é que o corpo produz mais melatonina, quantidade capaz de promover uma noite de sono reparadora, quando está escuro e o fato de nos dias de hoje ser bastante comum o hábito de estar com celulares, tablets e televisores ligados na hora de dormir comprometer o sono.
 
A inclusão de suplementação de magnésio e melatonina é indicado para quem tem dificuldade de começar a dormir, de manter o sono e/ou de ter um descanso de qualidade durante a noite. O recomendado é incluir na rotina uma alimentação mais natural, com alimentos ricos em vitamina B6 e triptofanos. Existem alguns alimentos que são reconhecidos por aumentarem naturalmente a produção de melatonina, e é o caso da cereja, banana, amêndoas, abacaxi e cevada.
 
Saiba Mais:
O médico Patrick Rocha (CRM-CE 8561) é pesquisador na área de nutrição e especialista no tratamento de pacientes com diabetes. Dr. Rocha é Presidente do Instituto Nacional de Estudos da Obesidade e Doenças Crônicas (INEODOC) e autor do livro "Diabetes Controlada", lançado pela editora Gente.


 
tags:






Comentários (0):


ANTES DE ESCREVER O SEU COMENTÁRIO, LEMBRE-SE:
Todo e qualquer comentário postado neste site é de exclusiva responsabilidade do autor. Comentários com conteúdos impróprios, obscenos ou que não tenham relação com o conteúdo serão excluídos. Dê a sua opinião com responsabilidade!
Comentários

Deixe o seu comentário:

Nome:


E-mail (não será publicado):


Mensagem:


enviar















Siga-nos nas Redes Sociais