Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/gussan15/mktnova-1.com/saudelazer/noticias-comentarios.php:5) in /home/gussan15/mktnova-1.com/saudelazer/includes/metas2.php on line 5
Revista Saúde & Lazer - Notícia na íntegra



ACHE AQUI O SEU PROFISSIONAL DE SA√öDE!
Médico Dentista Fisioterapeuta Nutricionista Fonoaudióloga Psicólogo Enfermeira Terapias Alternativas Personal Trainer Veterinário

Cadastro gratuito para os profissionais de saúde. Clique aqui.

  • Jornal Saúde e Lazer
  • Jornal Saúde e Lazer
  • Jornal Saúde e Lazer

Edição Impressa
Assine nossa newsletter:
cadastrar
Participe da nossa enquete:
Melhor região do Brasil para tirar as Férias?












votar
ver resultado


Apendicite: ultrassom deve ser primeiro exame de imagem a diagnosticar emerg√™ncia cir√ļrgica

16/08/2017 | Visualizações: 1292
Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer
Dê a sua nota:
Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer



Apendicite √© uma inflama√ß√£o do ap√™ndice ‚Äď pequeno √≥rg√£o linf√°tico que faz parte do intestino grosso. Tem cerca de dez cent√≠metros de comprimento e a forma prolongada de um dedo. Popularmente, acredita-se que o ap√™ndice n√£o sirva para nada, que seja um √≥rg√£o sem fun√ß√£o. Mas, quando √© obstru√≠do ou fica inflamado, pode ocorrer transloca√ß√£o bacteriana ‚Äď fazendo com que as bact√©rias que vivem no interior do ap√™ndice atravessem sua parede e cheguem √† corrente sangu√≠nea e ao perit√īnio (membrana que reveste o intestino).  A dor, no in√≠cio, pode ser difusa. Mas, se realmente o perit√īnio estiver comprometido, a pessoa sentir√° fortes dores em torno do umbigo. Neste caso, a apendicite aguda √© uma emerg√™ncia abdominal comum que atinge 7% da popula√ß√£o em algum momento da vida.

De acordo com Osmar Saito, m√©dico ultrassonografista do CDB Medicina Diagn√≥stica, como o exame cl√≠nico representa um desafio para m√©dicos e cirurgi√Ķes, os exames de imagem desempenham um papel fundamental no diagn√≥stico de pacientes com suspeita desse tipo de emerg√™ncia.  ‚ÄúO ultrassom est√° na linha de frente dos exames utilizados para um primeiro diagn√≥stico de apendicite aguda. Al√©m das dores no abdome, √© importante considerar outros sintomas, como perda de apetite, n√°useas, v√īmito, febre e paralisa√ß√£o do intestino. De qualquer forma, a investiga√ß√£o radiol√≥gica deve ser realizada em car√°ter de urg√™ncia para que o tratamento traga al√≠vio ao paciente e evite consequ√™ncias mais graves, como uma infec√ß√£o generalizada‚ÄĚ.

De modo geral, Saito defende que fortes dores abdominais exigem investiga√ß√£o diagn√≥stica abrangente, j√° que ocorrem em quadros de diverticulite, s√≠ndrome do intestino irrit√°vel, ou, ainda, inflama√ß√Ķes das trompas, ov√°rios e √ļtero. ‚ÄúComo o diagn√≥stico de apendicite √© complexo e o tratamento √© cir√ļrgico, cabe ao radiologista lan√ßar m√£o de toda tecnologia dispon√≠vel para determinar com m√°xima precis√£o o quadro do paciente. Em determinados casos, realizamos tomografia computadorizada e complementamos o diagn√≥stico com ultrassom ‚Äď principalmente nos casos em que se necessita de mais dados para completar o diagn√≥stico. Isso costuma ocorrer com mais frequ√™ncia em pacientes bastante magros ou naqueles em que j√° ocorreu alguma evolu√ß√£o do caso‚ÄĚ.

Segundo o especialista, o ultrassom apresenta muitas vantagens, como ser um recurso de baixo custo, n√£o usar contraste, poder ser usado com seguran√ßa em gestantes e crian√ßas e, al√©m da apendicite, diagnosticar doen√ßas p√©lvicas de origem ginecol√≥gica ‚Äď muito comuns nos quadros abdominais agudos das mulheres. O tratamento da apendicite aguda √© sempre cir√ļrgico, podendo ser realizado tanto de forma aberta, quanto por laparoscopia ‚Äď procedimento minimamente invasivo.

Dr. Osmar Saito, m√©dico ultrassonografista do CDB Medicina Diagn√≥stica ‚Äď www.cdb.com.br ‚Äď em S√£o Paulo


 
tags:






Comentários (0):


ANTES DE ESCREVER O SEU COMENTÁRIO, LEMBRE-SE:
Todo e qualquer comentário postado neste site é de exclusiva responsabilidade do autor. Comentários com conteúdos impróprios, obscenos ou que não tenham relação com o conteúdo serão excluídos. Dê a sua opinião com responsabilidade!
Comentários

Deixe o seu comentário:

Nome:


E-mail (não será publicado):


Mensagem:


enviar















Siga-nos nas Redes Sociais