Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/gussan15/mktnova-1.com/saudelazer/noticias-comentarios.php:5) in /home/gussan15/mktnova-1.com/saudelazer/includes/metas2.php on line 5
Revista Saúde & Lazer - Notícia na íntegra



ACHE AQUI O SEU PROFISSIONAL DE SA√öDE!
Médico Dentista Fisioterapeuta Nutricionista Fonoaudióloga Psicólogo Enfermeira Terapias Alternativas Personal Trainer Veterinário

Cadastro gratuito para os profissionais de saúde. Clique aqui.

  • Jornal Saúde e Lazer
  • Jornal Saúde e Lazer
  • Jornal Saúde e Lazer

Edição Impressa
Assine nossa newsletter:
cadastrar
Participe da nossa enquete:
Melhor região do Brasil para tirar as Férias?












votar
ver resultado


O chiado da ansiedade

11/05/2017 | Visualizações: 563
Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer
Dê a sua nota:
Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer



Livrar-se do chiado de uma TV √© f√°cil. H√° controles remotos eficazes. Problema resolvido. J√° livrar-se do chiado da ansiedade requer alguns passos. √Č preciso compreend√™-los e ter persist√™ncia. E para essa persist√™ncia, dou o nome de 99 suspiros.
Tempo atrás, na época dos aparelhos de TV em forma de caixão, pessoas iam dormir com a TV ligada. Era comum despertarem na madrugada escutando um chiado. Abrindo os olhos, via-se um chuvisqueiro cinza na tela. Fechavam os olhos para dormir de novo, mas o chiado não deixava. Era preciso desligar o aparelho.

Mais ou menos desta forma funciona um inc√īmodo na vida chamado de ansiedade. A pessoa ansiosa √© v√≠tima de um chiado interno. Especialistas recomendam deslig√°-lo; na verdade isso √© muito dif√≠cil para n√£o dizer imposs√≠vel. Na TV antiga, n√£o havia controle remoto. Para desligar o chiado era necess√°rio sair da cama, por os p√©s no ch√£o, caminhar uns passos, abrir os olhos, buscar o bot√£o liga-desliga e voltar para cama. Perdia-se o sono no processo.

Na ansiedade, o sistema que pensa positivo √© desativado. Em seu lugar entra uma chiadeira de ideias pessimistas. Muitas vezes a pessoa sente que algo n√£o est√° bem internamente, mas n√£o sabe dizer o que √©. Nesta situa√ß√£o, muitas pessoas optam pela prescri√ß√£o de um medicamento ansiol√≠tico. A venda desses rem√©dios deu um salto nos √ļltimos quatro anos. O clonazepam, muito usado para amenizar chiados, teve a venda incrementada de 17 para 22 milh√Ķes de embalagens. Foi o rem√©dio mais prescrito nos √ļltimos anos.  Seu efeito √© semelhante a abaixar o volume da TV da tomada, mas o chuvisco silencioso permanece. A ansiedade cede, mas volta horas depois. Para o organismo vivo, n√£o h√° tratamento definitivo para a ansiedade. Modernamente, livrar-se do chiado da TV √© f√°cil. Para come√ßar, o sinal √© digital. Al√©m disso, a programa√ß√£o de boa parte dos canais √© de 24h. Terceiro, h√° controles remotos eficazes. Problema resolvido.

Tamb√©m modernamente, o problema da ansiedade pode ser resolvido em poucos passos. Mas √© preciso compreend√™-los e ter persist√™ncia. O problema todo est√° nos batimentos do cora√ß√£o. O cora√ß√£o possui um controle autom√°tico dos batimentos que faz com que em cada 4 a 5 batimentos haja uma esp√©cie de pausa; essa pausa se d√° na forma de um breve aumento do tempo entre o quinto e sexto batimento. A√≠ come√ßa tudo de novo. Na m√ļsica, seria como um compasso que n√£o √© completamente preenchido por notas. D√° suavidade musical. Tudo vai bem at√© que um sinal de alarme surge. Pode ser algo pouco significante, imagin√°rio at√©. Uma d√≠vida em curso. O atraso de quem deveria ter chegado duas horas atr√°s. Ser√° que sou amada? Terei emprego amanh√£?

Como o sistema n√£o sabe a resposta, ele decide pela remo√ß√£o da pausa do cora√ß√£o, pois poder√° ser preciso aumentar a rapidez de seus batimentos caso a coisa realmente fique dif√≠cil. Entra em cena um segundo guardi√£o cerebral, respons√°vel pelo monitoramento dos batimentos do cora√ß√£o. Se a pausa n√£o √© encontrada, a prioridade √© suspender qualquer bem estar em andamento. Minutos depois nada de mais acontecendo, em vez de tudo voltar como era antes, o sistema prefere passar a limpo certas coisas do passado. Especialmente as que deram errado. Agora passa a vigorar o chiado. Onde est√° meu remoto? Perdemos a pausa do cora√ß√£o e ficamos com a ang√ļstia.

Como mudar isso?
N√£o √© dif√≠cil. A pausa, ou seja, o retorno do aumento do tempo entre o quinto e sexto batimentos (sim, pode ser o quarto-quinto ou o sexto-s√©timo) √© recuperada pela respira√ß√£o lenta em que o tempo da sa√≠da do dos pulm√Ķes (expira√ß√£o) √© superior ao da entrada (inspira√ß√£o). Fa√ßa um teste. Inspire devagar contando at√© tr√™s (um-dois-tr√™s). Depois, expire ainda mais devagar, contando at√© nove (quatro-cinco-seis-sete-oito-nove). Pronto, √© isso. Inspira√ß√£o curta com expira√ß√£o longa √© a descri√ß√£o t√©cnica do suspiro. Isso precisa ser feito durante 99 respira√ß√Ķes. √Č o tempo necess√°rio para que o c√©rebro seja convencido que o ritmo do cora√ß√£o volta a ter pausa. Cessa o chiado. As boas ideias voltam. O bem estar est√° em casa. Simples assim. O controle remoto da ansiedade se chama 99 suspiros.

*Por Dr. Martin Portner
Médico neurologista e mestre em neurociência pela Universidade de Oxford

*Dr. Martin Portner é Médico Neurologista , Mestre em Neurociência pela Universidade de Oxford e especialista em Mindfulness. Há mais de 30 anos divide suas habilidades entre atendimentos clínicos e palestras, treinamentos e workshops sobre sabedoria, criatividade e mindfulness


 
tags:






Comentários (0):


ANTES DE ESCREVER O SEU COMENTÁRIO, LEMBRE-SE:
Todo e qualquer comentário postado neste site é de exclusiva responsabilidade do autor. Comentários com conteúdos impróprios, obscenos ou que não tenham relação com o conteúdo serão excluídos. Dê a sua opinião com responsabilidade!
Comentários

Deixe o seu comentário:

Nome:


E-mail (não será publicado):


Mensagem:


enviar















Siga-nos nas Redes Sociais