Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/gussan15/mktnova-1.com/saudelazer/noticias-comentarios.php:5) in /home/gussan15/mktnova-1.com/saudelazer/includes/metas2.php on line 5
Revista Saúde & Lazer - Notícia na íntegra



ACHE AQUI O SEU PROFISSIONAL DE SAÚDE!
Médico Dentista Fisioterapeuta Nutricionista Fonoaudióloga Psicólogo Enfermeira Terapias Alternativas Personal Trainer Veterinário

Cadastro gratuito para os profissionais de saúde. Clique aqui.

  • Jornal Saúde e Lazer
  • Jornal Saúde e Lazer
  • Jornal Saúde e Lazer
  • Jornal Saúde e Lazer

Edição Impressa
Assine nossa newsletter:
cadastrar
Participe da nossa enquete:
Melhor região do Brasil para tirar as Férias?












votar
ver resultado


Especialista alerta que foliões devem ter cuidado com os pés e usar tênis durante o blocos e bandas no carnaval

03/02/2017 | Visualizações: 587
Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer
Dê a sua nota:
Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer



Faltando poucos dias para o carnaval, que começa dentro de duas semanas, o cirurgião ortopedista José Carlos Cohen, coordenador de cirurgia do pé e tornozelo do Hospital Universitário Clementino Fraga, da UFRJ, alerta aos foliões que frequentam os blocos da cidade a terem cuidado com os pés, com o uso de calçados adequados, como o tênis, para evitar traumas ou ferimentos. Segundo o ortopedista, no caso dos blocos de rua e desfiles carnavalescos, o conforto deve imperar já que geralmente são percursos longos. Desta forma, os calçados mais indicados são os tênis ou sapatilhas bem confortáveis, que além de proteger das coisas do chão, como a sujeira, pisada dos outros e topada no meio fio, previne torções porque que é calçado mais estável.

Para as mulheres que gostam de usar sapatos de salto alto e sandálias, José Carlos Cohen alerta que é essencial escolher um modelo de calçado confortável, com tamanho e formato adequados aos tamanhos dos pés. “No caso de sapatos de salto, dê preferencia para os modelos de plataforma e os meia pata, que possuem um solado alto na parte da frente, o que ajuda a distribuir melhor o peso corporal, bem como reduzir a inclinação dos pés”, diz o ortopedista, lembrando que o atrito constante por sambar e caminhar muito com sandálias pode formar bolhas, assim como a forçar a parte da frente da sola dos pés pode desenvolver calos.

Outra preocupação do especialista é com as pessoas que já tiveram uma lesão anterior poucos meses antes do carnaval. Cohen explica que a maioria das entorses (80 % dos casos) evoluem bem com o tratamento funcional com imobilização e reabilitação muscular, porém uma parte das entorses permanece sintomática. “Existem no mercado dispositivos, estabilizadores de tornozelos, que as pessoas podem usar sem prescrição médica. Mas é essencial uma avaliação médica, já que a presença de dor pode indicar uma lesão que pode se agravar com o impacto”.
De acordo com Cohen, a utilização de chinelos, que é frequente no dia a dia e nas praias, também não oferece proteção e deve ser evitada em blocos. “Outra opção que está muito na moda, além dos tênis e sapatilha, são as alpargatas, que vem fazendo a cabeça dos mais moderninhos”, diz o médico. Se o divertimento exigir demais dos pés, é recomendado fazer compressas de gelo ou de calor para aliviar a dor. No caso de dores muito fortes e persistentes no pé, a pessoa deve procurar atendimento médico mais próximo da residência.

Além do cuidado na hora de escolher o calçado mais adequado para brincar nos blocos de carnaval, (em locais de muita aglomeração os foliões devem ter atenção para não pisar em cacos de vidro e em outros detritos no chão que possam ferir os pés), é bom lembrar que muitos traumas acontecem nessa época devido aos acidentes de trânsito. José Carlos Cohen explica que com o surgimento dos airbags, houve uma grande redução no numero de fatalidades após acidentes automobilísticos, isso porque o tórax e a cabeça ficam mais protegidos.  “Entretanto, os pés tornaram-se muito vulneráveis já que não tem uma proteção especifica. As lesões mais comuns nos pés são as fraturas e luxações, principalmente as que envolvem o dorso do pé e tornozelo”. Portanto, é bom evitar a velha combinação de álcool e direção.

Clínica Ortopédica Cohen


 
tags:






Comentários (0):


ANTES DE ESCREVER O SEU COMENTÁRIO, LEMBRE-SE:
Todo e qualquer comentário postado neste site é de exclusiva responsabilidade do autor. Comentários com conteúdos impróprios, obscenos ou que não tenham relação com o conteúdo serão excluídos. Dê a sua opinião com responsabilidade!
Comentários

Deixe o seu comentário:

Nome:


E-mail (não será publicado):


Mensagem:


enviar















Siga-nos nas Redes Sociais